O primeiro jornal impresso em tinta e em braille!
Jornal Conviva

Literatura


Crōnica

Depois da litotripsia

Acredito que poucos sabem o que é uma litotripsia. Então, antes de narrar o acontecido, vamos esclarecer. Segundo a Wikipédia, a litotripsia (do grego lithos = pedra + trîpsis = trituração) é o procedimento e a técnica médico-cirúrgica utilizada para reduzir o tamanho dos cálculos biliares, renais ou vesiculares.

Voltemos agora ao acontecido. Certo dia, no meio do expediente de trabalho, eu tive uma crise de litíase renal, popularmente conhecida como pedra nos rins. Com náuseas, vômitos e calafrios, implorei que me levassem para o hospital. Eu estava morrendo... de dor.

Quando o assunto é doença, meu lugar preferido é o Hospital Albert Einstein. Meu convênio me dá este direito e todos me conhecem por lá. Penso que sou o único dos seus pacientes que usa óculos escuros inclusive à noite e tem um cão-guia como acompanhante.

Atendido pelo urologista de plantão, fui encaminhado a uma litotripsia em caráter de emergência. Depois disso, permaneci convalescente por uma semana.

No dia da alta, o calor era insuportável. Parado na área externa do hospital, esperando um táxi, minha sensação térmica aumentava à medida que os minutos passavam. Tentando me esconder do sol que se despejava por inteiro na minha cabeça, da beira da calçada onde eu estava, pasito a pasito, fui recuando, recuando, recuando... e topei com a mureta baixinha que delimita o fim da calçada e o início de um jardim que eu nunca soube existir por lá. Cambaleei e caí de costas no gramado, com as pernas para o ar, em posição ginecológica.

Foi ali, estatelado, que o porteiro me viu quando o táxi chegou. Sem entender o que estava acontecendo, mas respeitoso, ele disse ao motorista: “Aguarde um instante que o ‘seu’ Mário está se refrescando um pouquinho debaixo da árvore”.

Eu teria ficado por lá por muito tempo não fosse meu cão-guia. Ele sabe de mim. 

P.S.: Só dez por cento é mentira.

Liane Constantino | http://distintolhar.blogspot.com.br/

Voltar

 

ADEVA Rua São Samuel, 174, Vila Mariana - CEP 04120-030 - São Paulo (SP)
Telefones: 11 5084-6693 / 5084-6695 - Fax: 11 5084-6298 - E-mail: adeva@adeva.org.br
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Compartilhe:
Indique este site! 

Webdesign:
E-Hipermídia Criação de Websites