O primeiro jornal impresso em tinta e em braille!
Jornal Conviva
Home > Jornal Conviva / Índice de Jornais > ndice de Artigos do Jornal Nº 75 > De golpe em golpe o tio Sam enche o saco

Literatura


De golpe em golpe o tio Sam enche o saco

Márcio Spoladore, colaborador da ADEVA 

Quem sabia? Não se sabe quem, mas alguém mais, além do meu pai, sabia. Internet, quem previa? Jornais para quem sabia ler, tudo bem, mas o pessoal do trabalho duro com certeza nem imaginava. Mas onde estavam os comunas pra ajudar a gente boa desta terra? 

O país do futebol e do Carnaval, meio que abobalhado, idiotamente caminhava a passos de tartaruga, enquanto os lobos do Norte babavam por tudo o que se tinha por aqui. E olha que não era coisa pouca! Tinha muito ouro, muitos braços fortes pra trabalhar como condenados ao incerto futuro. 

Nos primeiros anos, o negócio era alimentar a porra da esperança. É o país do futuro. Fala baixinho, cuidado que os meganhas têm bons ouvidos! Estuda tonto, canta o hino, aprende matemática, fala direito, vai pro curso de datilografia, pega o ônibus lotado, paga suas contas, casa e cuida da família! Cala a boca! Vamos pra caipirinha, pro rabo-de-galo, um cigarrinho e grita o gol do Corinthians que não ganha de ninguém! 

Sei lá... mas se a gente votar as coisas melhoram? Ué, mas em quem a gente vota? Pau, pau, borrachada, confusão na Líbero Badaró, correria, bomba! 

Cassildis, quem pode ir na feira? Nossa, um pastelzinho de carne vai bem, mas é um só pra cada um, entendeu? 

Já pode falar, mas vai devagar, tem uns caras voltando, é aqueles que escaparam! Será que eles voltarão pra fazer um bem bolado pra gente? Não sei, não, os caras lá de cima ainda estão de olho... Acho que eles estão mais preocupados com os reboliços lá do Oriente... É, mas eles não dormem no ponto. 

Tio Sam! Tio Sam! Nossa, parece que ele deu uma cochiladinha. Olha pro céu no horizonte, tem uma cor avermelhada, bonito, não é? Ainda bem que a terra está girando pra lá, acho que a gente vai ver TV colorida! 

Sabe, minha respiração está melhorando, até me deu vontade de comer uns canapés, tomar um chopinho escuro! Vamos fazer faculdade, estudar no exterior, encher o tanque de gasolina, afinal, temos ouro no fundo do mar! Xiiiiiii, fala baixo, o tio pode ouvir! Nada disso, ele está cochilando! Será? Será que ele ainda se lembra do negócio do seu GG? Ah, mas com certeza!? 

Ei, passa mais uma porção pra gente! Vamos tomar a saideira? Beleza, me passa o Pré-Sal aí! 

Crônica premiada no concurso “Dedos que Leem”, promovido pela Sociedade Cultural Amigos do Centro Braille de Blumenau (SC). 

 

Voltar

 

ADEVA Rua São Samuel, 174, Vila Mariana - CEP 04120-030 - São Paulo (SP)
Telefones: 11 5084-6693 / 5084-6695 - Fax: 11 5084-6298 - E-mail: adeva@adeva.org.br
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Compartilhe:
Indique este site! 

Webdesign:
E-Hipermídia Criação de Websites