O primeiro jornal impresso em tinta e em braille!
Jornal Conviva
Home > Jornal Conviva / Índice de Jornais > Índice de Artigos do Jornal Nº 76 > Halterofilismo é modalidade olímpica e paralímpica

Esporte


Halterofilismo é modalidade olímpica e paralímpica

Por Sidney Tobias de Souza | sidney@adeva.org.br

Um esporte que exige força, técnica, precisão e equilíbrio

Na Antiguidade, chineses, egípcios e gregos praticavam testes de força humana de diferentes formas. Na contemporaneidade, o halterofilismo é o esporte similar. 

O objetivo do halterofilismo é levantar, do chão até sobre a cabeça, a maior quantidade de peso possível fixado nos dois lados de uma barra. O termo é usado também para outras atividades que envolvem o uso de halteres, como o fisiculturismo e a musculação. 

Em grandes competições desportivas, onde é disputado por homens e mulheres, denomina-se levantamento de peso olímpico (LPO). Tem como objetivo desenvolver a potência (força rápida, explosiva) e exige técnica, coordenação, flexibilidade e equilíbrio.

Uma modalidade, duas provas
O levantamento de peso olímpico é disputado em duas provas: arranco e arremesso.

No arranco, a primeira prova, o halterofilista deve levantar a barra do solo até acima da cabeça em um movimento sem pausa e sem apoiá-la no corpo. A barra, colocada horizontalmente em frente das pernas do levantador, é segura com as palmas das mãos para baixo e puxada em um movimento único da plataforma e erguida até a extensão completa de ambos os braços acima da cabeça, enquanto que o levantador flexiona as pernas. Ele deve, então, reerguer-se, estabilizar-se durante dois segundos e esperar o sinal de "abaixar" dos árbitros. 

A prova de arremesso é executada em duas partes. Na primeira, a barra é colocada horizontalmente em frente das pernas do atleta, segura com as palmas das mãos para baixo e levantada até a altura dos ombros, por cima do peito, enquanto que o levantador flexiona as pernas. A seguir, ele reergue-se e alinha-se. Na segunda parte da prova, usando a força conjunta de braços e pernas, a barra é levantada acima da cabeça, enquanto o atleta faz um movimento em forma de tesoura com as pernas. A seguir, ele deve realinhar as pernas, com braços estendidos, estabilizar-se durante dois segundos e esperar o sinal de "abaixar". 

O sinal de "abaixar" é dado logo que há imobilidade em todas as partes do corpo do competidor.

Em cada uma das provas, os atletas dispõem de três tentativas para levantar a maior carga possível. A soma dos maiores pesos levantados, em cada uma das duas provas, determina o total combinado ou total olímpico. Quem levantar mais peso, ganha.

Espaço e condições
A competição é realizada em uma plataforma (tablado) quadrada, com 4 m de lado, de material sólido e não escorregadio. 

O haltere é uma barra com discos e colares de metal. O peso do haltere é sempre um múltiplo de 1kg e não pode diminuir em caso de tentativa falha. Após qualquer tentativa bem-sucedida para o mesmo atleta, acrescenta-se um mínimo de 1kg em sua carga. 

Os atletas competem em classes de peso, de acordo com a sua massa corporal. 

Os competidores usam calçados esportivos para proteger os pés, dar estabilidade e firmeza sobre a plataforma. Podem usar um cinto para evitar lesões na região lombar e muitos usam carbonato de magnésio nas mãos para que o haltere não escorregue.

Três árbitros posicionados nas laterais e na frente da plataforma julgam se os levantamentos foram válidos ou não, acionando luz branca para levantamento válido e luz vermelha para levantamento nulo.

As medalhas são dadas para os melhores resultados no arranco, no arremesso e no total. Nos Jogos Olímpicos, a premiação é apenas para o resultado total.

A fim de melhorar o desempenho atlético, os halterofilistas fazem treinamento de força, conhecido popularmente como musculação. 

Mesmo que você não se torne um halterofilista, que tal ir para uma academia fazer musculação? Praticada com acompanhamento especializado, faz bem para qualquer pessoa. 

 

Voltar

 

ADEVA Rua São Samuel, 174, Vila Mariana - CEP 04120-030 - São Paulo (SP)
Telefones: 11 5084-6693 / 5084-6695 - Fax: 11 5084-6298 - E-mail: adeva@adeva.org.br
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Compartilhe:
Indique este site! 

Webdesign:
E-Hipermídia Criação de Websites