O primeiro jornal impresso em tinta e em braille!
Jornal Conviva
Home > Jornal Conviva / Índice de Jornais > ndice de Artigos do Jornal Nº 77 > Sabrina é fisioterapeuta e já foi bailarina clássica

Mercado de Trabalho


Sabrina é fisioterapeuta e já foi bailarina clássica

Uma história de superação baseada em estudo e empenho pessoal

Por Lúcia Nascimento |  lucia@adeva.org.br

Sabrina Siqueira Casado (38) perdeu a visão com 25 anos de idade. “Com dez meses, descobriram que eu tinha diabete Mellitus I. Com 23 anos, comecei a apresentar problemas de visão e, em seis meses, depois de muitos tratamentos e quatro cirurgias, a retinopatia diabética me deixou cega. Dois anos depois, meu rim parou de funcionar e, aos 30 anos, passei por um transplante de rim e pâncreas.”

No começo, bailarina
Com quatro anos de idade, Sabrina teve as primeiras aulas de dança em João Pessoa (PB), cidade onde nasceu. Aos 10 anos, protagonizou o espetáculo “A Branca de Neve” e, aos 18, interrompeu a carreira para fazer o vestibular. “Optei por fisioterapia e me formei no final de 2003 no Centro Universitário de João Pessoa (Unipe).” 

Mesmo tendo perdido a visão e precisando fazer hemodiálise por problemas renais, Sabrina continuou estudando, trabalhando e voltou a dançar. 

“Em uma festa de fim de ano no Centro de Atividades Especiais 'Helena Holanda', um dos dois lugares onde eu trabalhava como fisioterapeuta, me convidaram para dançar. Eu não dançava há uns dez anos, mas eu tentei e voltei.”  

Com seu professor Elias Miguel, em 2007, fundou a Cia de Dança Equilíbrio. “Nos oito anos de existência, a companhia atingiu o objetivo de levar a dança para todas as partes e pessoas. Viajei bastante, dancei em vários estados do nordeste, em grupo e sozinha. A dança me proporcionou muita segurança, me ajudou e me ajuda na questão da mobilidade, postura, equilíbrio, orientação espacial e auditiva.”

Agora, fisioterapeuta
Com especialização em recursos cinesioterapêuticos (terapia por meio de exercícios) e em educação inclusiva, em 2010, Sabrina foi trabalhar no Centro de Apoio Pedagógico (CAP) da Paraíba. 

Em 2013, foi convocada no concurso da Prefeitura de João Pessoa para atuar na Secretaria Municipal da Saúde. Há dois anos, Sabrina é fisioterapeuta concursada no Hospital das Clínicas de Pernambuco, em Recife. “Trabalho no ambulatório de fisioterapia, atendendo na área de neurologia adulto e infantil.” Em 2014, assumiu a vice-presidência da Associação Paraibana de Cegos.

Como fisioterapeuta, ela orienta seus alunos para que possam detectar suas falhas, corrigir sua postura, melhorar a destreza dos movimentos, adquirir orientação espacial, portar-se com elegância, adquirir autonomia e independência. “E, além da técnica, trabalhamos seu lado emocional e um processo de conscientização junto à sua família.”

Hoje, sem planos de voltar a dançar, por tudo o que conquistou na dança e na fisioterapia, Sabrina dispensa a modéstia. “Sou uma vitoriosa, resultado de estudo, dedicação, capacitação e muito esforço próprio!” 

 

Voltar

 

ADEVA Rua São Samuel, 174, Vila Mariana - CEP 04120-030 - São Paulo (SP)
Telefones: 11 5084-6693 / 5084-6695 - Fax: 11 5084-6298 - E-mail: adeva@adeva.org.br
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Compartilhe:
Indique este site! 

Webdesign:
E-Hipermídia Criação de Websites