O primeiro jornal impresso em tinta e em braille!
Jornal Conviva
Home > Jornal Conviva / Índice de Jornais > ndice de Artigos do Jornal Nº 78 > O canto e a comunicação nutrem sua vida

Talentos


O canto e a comunicação nutrem sua vida

Por Lúcia Nascimento | lucia@adeva.org.br

Milene Orifisi é o talento midiático da ADEVA

Milene Cristina Orifisi, 40, gosta de passear, de viajar, de ir ao cinema, ao teatro, de dançar, mas, principalmente, de cantar. Cantora lírica, voz de soprano, ela declara: “cantar é a minha maior paixão; a música é minha fonte de vida constante”.

Formada em comunicação com ênfase em rádio e TV, pós-graduada em criação visual e multimídia, ela também se declara apaixonada pela profissão que escolheu e que desempenha na ADEVA. 

Na ADEVA
Milene nasceu com glaucoma e, em 2010, a baixa visão foi agravada por catarata. “Foi o que me fez procurar uma instituição de reabilitação.” Fez o primeiro curso de mobilidade no Instituto de Cegos Padre Chico e, por meio da professora de braille, conheceu a ADEVA, onde conclui seu processo de recapacitação também com cursos de informática. 

Em seguida, participou do Via Rápida Emprego, programa do governo do Estado de São Paulo em parceria com a ADEVA. “Fiz, então, o curso de assistente administrativo, voltado para a capacitação em informática com os principais leitores de tela e, por fim, um curso de instrutor de informática.” 

Recebeu o convite da ADEVA para ser uma das suas colaboradoras e, hoje, é gestora de redes sociais, ‘meio de campo’ no relacionamento da entidade com a imprensa, responde pela escolha e pela agenda das atividades culturais dirigidas aos alunos, é instrutora de informática e uma das monitoras do posto ‘Acessa São Paulo’ de inclusão digital, programa do governo do estado de São Paulo.

Recentemente, ingressou no núcleo de acessibilidade WEB da ADEVA que trabalha na criação e desenvolvimento de sites acessíveis.

Em família
“As limitações da minha deficiência visual congênita não me impediram de ter uma infância feliz e saudável. Sou filha única e meus pais (Marisa e Antonio Mariano) me levavam a todos os lugares. Eles me incentivaram a participar de tudo na sociedade e a conviver com todos os tipos de pessoas, irrestritamente.” 

Seguindo orientação de seu oftalmologista para que tivesse um melhor desenvolvimento da baixa visão, Milene sempre estudou em escolas normais. “Se, sob este aspecto, foi bom, por eu ser a única aluna deficiente visual da escola, não foi tão bom assim. Barreiras foram criadas, principalmente pelos educadores.”

Fluente em francês, Milene estudou no Liceu Pasteur até o final da 8ª série, onde aprendeu o idioma e adquiriu parte do seu conhecimento cultural.

Seu jeito de ser
Para a ADEVA, Milene só tem elogios. “Gosto do diferencial da entidade, de ser constituída por líderes com deficiência visual, pois a reabilitação se torna mais acertada. Aqui, os deficientes são muito bem recebidos, se sentem acolhidos e compreendidos em meio a uma sociedade que cobra muito e dá quase nada.” 

“Fazer parte da ADEVA significa proporcionar parcela do conhecimento ao qual tive acesso. Posso crescer com estas pessoas e, durante as aulas, descobrir talentos. Por isso, sou exigente com meus alunos. Não quero que eles aprendam a mexer só um pouquinho no computador, mas, sim, que aprendam a serem profissionais competitivos, de preferência, melhores do que as pessoas que enxergam, para que o mito do deficiente visual inválido seja extinto. Se o mercado de trabalho ainda não consegue vê-los como produtivos, cabe ao instrutor incentivá-los para que mostrem do que são capazes, relegando a deficiência visual a segundo plano.”

Jogo rápido com Milene Cristina Orifisi

Signo: Sagitário.
Cor: Vermelho.
Hobby: Tocar violão e cantar.
Um filme: O caso de Benjamin Button.
Um livro: “Bom dia, tristeza”, de Françoise Sagan.
Estilo de música: Pop, rock, clássico, jazz, blues e MPB.
Cantora preferida: Marisa Monte.
Cantor: Djavan.
Sobre a deficiência: No começo, é muito difícil de conviver. Porém, com a reabilitação correta e o apoio de familiares e amigos, a situação se torna cada vez mais confortável e adaptável à vida cotidiana.
Deus: Ele está sempre comigo em todos os momentos e, pelo menos, é o único em quem posso confiar sempre.
Amigos: A amizade é algo que deve ser cultivado. Tenho poucos, mas ótimos amigos, para todas as horas.
Amor: Meus pais e meus avós. Estes últimos, infelizmente, faleceram.
Esporte preferido: Natação, mas, atualmente, sou praticante do sedentarismo.
Time do coração: Nenhum.
Família: É a base de toda minha vida.
Um sonho: Viajar para a França, ser cantora profissional e viajar em um balão.
O que fazer para viver melhor?: Ter fé em Deus, sempre praticar o bem, não importa a quem, sem querer receber recompensa por isso.
Uma frase: Tudo o que vem de ruim em nossa vida é para melhorar.

Voltar

 

ADEVA Rua São Samuel, 174, Vila Mariana - CEP 04120-030 - São Paulo (SP)
Telefones: 11 5084-6693 / 5084-6695 - Fax: 11 5084-6298 - E-mail: adeva@adeva.org.br
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Compartilhe:
Indique este site! 

Webdesign:
E-Hipermídia Criação de Websites