O primeiro jornal impresso em tinta e em braille!
Jornal Conviva

Literatura


Espaço poético

Escondida
             Benedita de Melo (poetisa cega, RJ)

Quando criança, ainda bem criança,
toda a vida levava em brincadeira...
Corriam, a buscar-me, a casa inteira,
as meninas de toda a vizinhança.

Debaixo de uma mesa ou uma cadeira,
por fim era encontrada... Que folgança!...
Correria... Algazarra... Sem tardança,
ia esconder-se alguma companheira...

Hoje, no sazonar de nossas vidas,
jogo sozinha às escondidas
nas noites em que o ar tem cheiro à lua...

Numa alegria que não podes ver
a minha alma brincando de esconder
fica toda encolhida atrás da tua...

Um Dedo de Trova

A minha alma adolescente,
de braços dados com a vida,
parece nem ser parente
desta face envelhecida.
               Vanda Fagundes Queiroz

É minha a dívida: assumo,
e hei de saldá-la... porém,
enquanto a grana eu arrumo,
que tal me emprestar mais cem???
               José Ouverney

Depois de teres partido,
por muitas noites a fio,
eu abracei, distraído,
teu travesseiro vazio...
                Lothar Bazanella

Nota: Contribuições e comentários podem ser encaminhados para lotharbazan@gmail.com

 

Voltar

 

ADEVA Rua São Samuel, 174, Vila Mariana - CEP 04120-030 - São Paulo (SP)
Telefones: 11 5084-6693 / 5084-6695 - Fax: 11 5084-6298 - E-mail: adeva@adeva.org.br
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Compartilhe:
Indique este site! 

Webdesign:
E-Hipermídia Criação de Websites