O primeiro jornal impresso em tinta e em braille!
Jornal Conviva
Home > Jornal Conviva / Índice de Jornais > ndice de Artigos do Jornal Nº 81 > De acompanhante do filho e voluntária, a colaboradora da ADEVA

Talentos


De acompanhante do filho e voluntária, a colaboradora da ADEVA

 

Na limpeza, Rita é um talento que hoje zela pelo espaço da entidade

É sagrado. Toda segunda-feira, a diarista Rita Rodrigues de Sousa, 45, marca presença na ADEVA. "Sou a primeira a chegar. Eu adianto o café e, quando a Ana (Talentos do Conviva 73) chega, eu a ajudo a servir. Depois, limpo os banheiros, o quintal e, ao meio-dia, hora do almoço, as salas de aula. No dia em que a Ana não pode vir, ela me avisa e eu venho. Tenho de cuidar do meu serviço e do dela", explica.

Rita conheceu a ADEVA há três anos por meio de uma busca que o filho mais velho fazia na internet. "Aos 11 anos, meu filho Kleber, hoje com 23, fez uma cirurgia de apêndice e, no procedimento, faltou oxigênio no cérebro. O resultado foi que fiquei com muito medo de soltá-lo, pois ele não tinha equilíbrio. Depois fez tratamento na AACD e se recuperou muito bem, mas ficou com baixa visão e, a pior parte para mim, sofrendo convulsões. O Markiano (presidente da ADEVA) me deu umas dicas e falou de alguns casos que ele conhecia de superproteção. Depois dessa conversa eu o coloquei em um curso de mobilidade. O Kleber ainda não consegue andar sozinho, mas a professora diz que ele está evoluindo muito bem!”

No início, ela comparecia à ADEVA apenas para acompanhar o filho que começou a aprender Braille e digitação. "Só que eu percebi que lá era meio corrido, senti a necessidade de ajudar e, assim, comecei a dar uma ‘mãozinha’ para a Ana. Quase na mesma época, ela teve de sair para fazer uma cirurgia; eu a substituí e, quando voltou, entrei para trabalhar uma vez por semana."

Rita explica que nos dias em que acompanhava o filho (terça e quinta) era voluntária da ADEVA. “Agora, a minha filha é quem o acompanha, então eu venho só na segunda." A diarista, porém, sempre se coloca à disposição para ajudar em eventos promovidos pela entidade, como em uma excursão a Caraguatatuba (SP), com associados e alunos, em um final de semana, e um “bate e volta” até Bertioga (SP), em 2016. “Se o Markiano precisar de voluntária, pode contar comigo”, garante.

 

Vida e família

Nascida em Boa Viagem (CE), a filha do senhor Manoel e da dona Maria tem sete irmãos: Madalena (já falecida), Raimundo, Francisco, Marcos, Ana, Francisca, Ana Cátia, além dos adotivos Élio e Marciele. Da infância, ela lembra que foi muito feliz. “Naquela época, era bem mais fácil; por ser criança, nós levávamos tudo na brincadeira. Era muito bom”, recorda.

Em 1986, Rita veio morar em São Paulo, onde passou a trabalhar em casas de família. Posteriormente, casou-se com o José e, dessa união, além do Kleber, tem mais dois filhos: Júlio, 27 anos e Carmen, 22. “Como mãe, sou muito protetora”, confessa.

Hoje, trabalhando na ADEVA, Rita diz que se sente em casa. O sentimento é de gratidão pela transformação que ela já nota no filho. “Eu tomo as dores do Kleber. Ele não tinha amizade, era triste e eu me sentia mal por isso. Hoje, meu filho quer sair, se divertir e na ADEVA, ele se solta!”, comemora.

Pelos resultados que observa nos alunos com deficiência visual que chegam à ADEVA, ela afirma que o trabalho da entidade é imprescindível. “Eu já vi vários alunos chegarem aqui sem saber andar ou falar direito, tristes, com depressão e, em menos de dois meses, melhorarem bastante. O jeito dos professores tratarem os alunos, também é especial”, conclui.

 

Jogo rápido

Signo: Peixes
Cor: Preta
Estilo de música: Sertanejo e forró
Um filme: O Auto da Compadecida
Cantora: Roberta Miranda
Cantor: A dupla Leandro e Leonardo
Uma música: Solidão, interpretada pela dupla
Religião: Católica
Deus: É tudo! Sem Ele, não somos nada
Sobre os deficientes: Eles são muito felizes, amam viver
Família: Meu bem maior
Um sonho: Que o Kleber se torne independente
Time de futebol: Não tenho
Uma frase: Como se diz no Ceará, “a rapadura é doce, mas não é mole não”!


Lúcia Nascimento | lucia@adeva.org.br

 

Voltar

 

ADEVA Rua São Samuel, 174, Vila Mariana - CEP 04120-030 - São Paulo (SP)
Telefones: 11 5084-6693 / 5084-6695 - Fax: 11 5084-6298 - E-mail: adeva@adeva.org.br
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Compartilhe:
Indique este site! 

Webdesign:
E-Hipermídia Criação de Websites