O primeiro jornal impresso em tinta e em braille!
Jornal Conviva

Talentos


Lais Chinaqui ama o que faz na ADEVA

Ela começou a dar aulas na entidade por causa da filha e hoje é muito mais do que uma instrutora de Orientação e Mobilidade

A mãe da Marcelle. Foi assim que a estudante de Pedagogia, Lais Silva Chinaqui, 45, se apresentou ao chegar à ADEVA, em 2016. “Conheci a ADEVA por meio de uma amiga que indicou o site da instituição para me inscrever no curso de Orientação e Mobilidade (OM). Eram apenas 15 vagas e confesso: achei que não conseguiria, mas pedi ajuda a Jesus. Quando o Márcio me ligou, falando que eu tinha sido aprovada, minha alegria foi tanta que é bem capaz de ele ter pensado que eu era maluca!”

Lais procurou a ADEVA por causa da filha Marcelle, 14 anos, que tem deficiências visual e auditiva. “fui a penúltima a me apresentar e meu coração batia forte porque, ao contrário de todos, não tinha muito a falar, a não ser que eu era a mãe da Marcelle, o que parecia muito egoísta, pois todos estavam ali por um objetivo profissional”, recorda.

Com o intuito de ajudar a filha, Lais já fez vários cursos como Braille, digitação, audiodescrição, além de estar aprendendo a Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS). Também fez o curso de OM apenas para ajudar a Marcelle, porém a professora Selma Silvestre (Conviva 77) fez com que ela mudasse a visão. “Deus a usou, logo na primeira aula, para me mostrar que eu tinha muito a oferecer e poderia contribuir com diversas pessoas”.


Vida e família

Filha de Luiz Benedito (já falecido) e Margarida, e irmã de Marcelo a Uiara, Lais conta que foi presenteada com o padrasto, Carlos. “Ele tem feito à altura o papel do meu paizinho querido, Luiz, a quem amo muito e tenho ótimas lembranças”, declara. Casada há 20 anos com Marcelo, ela também é mãe da Samira (16). “É essa família linda que me inspira a entrar em novos desafios, inclusive a estar hoje na ADEVA.”

Lais garante que é muito feliz como instrutora de OM. “Essa profissão exige muito de mim, mas encaro a vida e o que faço sabendo que as pessoas são diferentes e cada um tem o seu limite. Exploro o que sei, mas tenho consciência de que preciso aprender mais, pois sempre haverá aquele que exigirá um pouco mais de mim.

Ela afirma que a ADEVA foi um presente de Deus em sua vida. “A ADEVA tem me enriquecido com conhecimento para proporcionar uma vida melhor para a Marcelle e outras pessoas. Cheguei aqui para fazer um curso e recebi muito mais do que qualificação. Digo aos alunos que é uma troca, que eu aprendo muito mais do que ensino. Sou muito grata a todos, principalmente ao Markiano, ao Carlos e à professora Selma que continua me ensinando. Amo muito o que faço, me orgulho de vestir essa camisa!”, conclui.

JOGO RÁPIDO

Signo: Leão

Cor: Azul

Um filme: Desafiando Gigantes (2006)

Um livro: A Bíblia

Uma música: Que Sería de Mí

Cantora: Marcela Gandara

Cantor: Jesús Adrián Romero

Sobre a deficiência: Ela me ensina que os limites só existem para serem superados

Religião: Evangélica

Deus: Criador, a quem entreguei a minha vida e todo o meu ser

Amigos: Bons quando são verdadeiros

Amor: O único dom que permanecerá, mas só é verdadeiro quando recebemos de DEUS

Time do coração: Corinthians (por um aluno)

Família: Um presente de Deus para nossas vidas

Um sonho: Um mundo melhor, de pessoas tementes a Deus

O que fazer para viver melhor:  Amar a Deus sobre todas as coisas

Uma frase: Viva o dia como se fosse o último de sua vida, obedecendo a DEUS e dando o melhor de si.

 

 

Voltar

 

ADEVA Rua São Samuel, 174, Vila Mariana - CEP 04120-030 - São Paulo (SP)
Telefones: 11 5084-6693 / 5084-6695 - Fax: 11 5084-6298 - E-mail: adeva@adeva.org.br
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Compartilhe:
Indique este site! 

Webdesign:
E-Hipermídia Criação de Websites